5 de julho de 2007

Tô muito triste

Não está sendo fácil, eu até sabia que não seria mas não pensei que fosse de uma dimensão tão grande. Não é fácil a gente ver a mãe da gente indo embora, sem poder fazer muita coisa, e isso não bastando ter tanto problema de relacionamento com a Maiara.Não consigo entender como ela não me suporta. É triste constatar isso, mas não tem outra explicação. Ela é a pessoa que mais amo nesta vida, mas é a pessoa que mais me machuca.A grosseria é tão grande que não consigo entender.Parec que só a minha presença já a irrita. Eu gostaria de poder ficar longe, ir para algum lugar bem longe de tudo e de todos. Mas neste momento da minha vida estou presa aqui, tenho que cuidar da mãezinha.Acho que é meu teste. Deus está me testando novamente,já me esfolei inteira mas foi pouco.Tô arrebentada por dentro. Mas como sempre tenho que continuar.Botar um sorriso na cara e "ademã que eu vou em frente", já fiz isso tantas vezes, é só representar. Confesso que estou um pouco detreinada, mas vou conseguir.A máscara está onde sempre esteve.

Um comentário:

box1824 disse...
Este comentário foi removido pelo autor.

Marcadores