2 de novembro de 2011

UM MAPA...

 Um mapa de vida, ou da vida?
Sempre nesta data, Finados, um mapa se faz presente nas minhas emoções.
São tantos deles que estão lá encima...quase todos....Foram indo...indo... sem me avisar.
Não me avisaram que  o choro não lava a alma, intensifica a dor, marca com ferro em brasa  o coração.
Não me avisaram que a saudade não acaba nunca...dias mais , dias menos, mas sempre ali me lembrando a ausencia.
Não me avisaram que a ausencia não é preenchida, por nada nem ninguém. Que o vazio é permanente.
Não me avisaram que eu ficaria só...
O mapa  foi se desenhando e sem perceber a vida tinha marcado com linhas fortes a minha vida...meu rosto...
Cada traço uma história, cada história uma lembrança linda de um tempo vivido com a intensidade do amor.
 Um dia o mapa se completará e estaremos todos juntos novamente.....

Um comentário:

Mariacininha disse...

Sei que o mapa da sua vida não foi fácil, suas palavras demonstram tão bem suas perdas. Uma coisa é clara o mapa foi doloroso, mas você é uma pessoa linda.

Marcadores